A vinda da família real e a Independência do Brasil

Bloqueio continental: Após adquirir controle sobre quase toda Europa Ocidental, Napoleão impôs um bloqueio comercial à Inglaterra. Portugal não podia trair os ingleses, pois dependiam deles  economicamente, então não se uniu a Napoleão. Por essa razão, as tropas francesas marcharam em direção a Portugal. Enquanto isso a Dom João e a corte portuguesa fugia rumo ao Brasil, sob a proteção da frota inglesa.

Chegada de Dom João: A Inglaterra se beneficiou enormemente de tal medida, assim como os proprietários rurais, pois ocorreu a abertura dos portos. Houve diversos protestos entre os comerciantes do Rio de Janeiro e Lisboa. Nessa época houve a escalada inglesa pelo controle do mercado colonial brasileiro com o Tratado de Navegação e Comércio. Com o Tratado de Aliança e Amizade a Coroa se comprometia a limitar o tráfico de escravos. Mais tarde, no Congresso de Viena, o governo concordou com a cessação do tráfico ao norte do equador.

Revolução Pernambucana: Com a vinda de família real, se tornou mais clara a desigualdade regional entre o Rio de Janeiro e o Nordeste. A Revolução Pernambucana estourou em 1817, abrangendo amplas camadas da população. Os grupos sociais não tinham, porém os mesmos objetivos e havia brigas entre eles. Um governo provisório republicano foi criado em Recife com tolerância religiosa e igualdade de direitos, sem tocar no problema da escravidão. Em maio, as tropas portuguesas tomaram Recife.

Revolução Liberal do Porto: Em agosto de 1820 irrompeu em Portugal uma revolução liberal inspirada nas idéias ilustradas. Os revolucionários estabeleceram um Junta Provisória para governar em nome do rei enquanto esse não voltasse à metrópole.  Convocaram Cortes no mundo português para redigir e aprovar uma Constituição. O rei, temendo perder o trono, decidiu voltar a Portugal. Em seu lugar ficava com príncipe regente seu filho Pedro.

 O Dia do Fico: O príncipe regente deveria voltar a Portugal, mas graças aos esofrços do “partido brasileiro” decidiu ficar no Brasil.

Pedro: Formou um novo ministério, composto de portugueses, mas cuja chefia coube a um brasileiro, José Bonifácio de Andrade e Silva. Ele defendia reformas sociais como o fim da escravidão, reforma agrária, livre entrada de imigrantes. Era um liberal conservador, adversário da democracia. Os conservadores desejavam uma monarquia constitucional com representação limitada, já corrente radical era extremamente dividida entre monarquistas e republicanos diversos.

Independência do Brasil: Dia 7 de setembro de 1822, Pedro formalizou a Independência do Brasil e foi coroado imperador sob o título de Dom Pedro I.

About thismaybeme

read the blog :P
This entry was posted in História and tagged , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s