Reprodução

É a capacidade de gerar indivíduos iguais ou semelhantes.

Reprodução assexuada: Não há gameta ou troca de material genético, exige apenas um indivíduo.

Bipartição ou divisão binária (unicelulares)         – Esquizogonia (protozoários)

Esporulação (fungos, briófitas, pteridófitas)               – Laceração (planárias)

Brotamento, gemulação ou gemiparidade (fungos, cnidários)

Reprodução sexuada: Pode utilizar gametas e há troca de material genético, o que garante variabilidade genética e adaptações para um meio que pode se modificar.

Conjugação (protozoários e bactérias)

Obs: Agâmica

Fecundação ou Fertilização: É o encontro de gametas.

Fecundação externa: Ocorre no meio, geralmente aquático. Ex: anfíbios

Fecundação interna: Ocorre no interior da fêmea. Ex: mamíferos

 

Fecundação isogamia: os gametas são iguais. Ex: algas

Fecundação anisogamia: os gametas são diferentes. Ex: briófitas

Fecundação oogamia: inclui óvulos e espermatozóides.

 

Desenvolvimentos do embrião externo: Ovíparos. Ex: aves e répteis

Desenvolvimento do embrião interno: Ovovíparos. Ex: serpentes

Vivíparos: mamíferos

Obs.: Neotenia: Fecundação em larvas

Partenogênese: Quando um óvulo origina um indivíduo sem ter sido fecundado, o indivíduo é haploide. Ex: zangão.

 

 

About thismaybeme

read the blog :P
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s