Relações ecológicas

  1. Intra-específicas: Relações entre indivíduos da mesma espécie.

Competição intra-específica: É a disputa de indivíduos por um ou mais recursos do ambiente.

Colônia: É um tipo de cooperação intra-específica em que indivíduos vivem agrupados, interagindo de forma mutuamente vantajosa. Entre os componentes de uma colônia há sempre divisão de trabalho. Se os indivíduos forem semelhantes, é uma colônia isomorfa ou homotípica, se não, a colônia é heteromorfa ou heterotípica. Ex: caravela

Sociedade: São grupos de organismos da mesma espécie em que os indivíduos apresentam algum grau de cooperação, comunicação e divisão de trabalho, conservando relativa independência e mobilidade. Ex: abelhas

Canibalismo: Quando um ser mata e se alimenta de outro da mesma espécie. Ex: louva-deus

  1.  Interespecíficas: Relações entre indivíduos de espécies diferentes.

Protocooperação: É um tipo de relação em que determinadas espécies, embora possam viver sozinhas, associam-se e trocam benefícios. Ex: pássaro palito e jacaré

Herbivoria: Relação ecológica em que animais herbívoros se alimentam de partes vivas da planta. Do ponto de vista individual, há prejuízo para a planta, já do ponto de vista da espécie traz benefícios. Ex: vaca e grama

Predação ou predatismo: É a relação ecológica em que uma espécie animal, predadora, mata e come indivíduos de outra espécie animal, que constituem suas presas. Do ponto de vista individual, traz prejuízo para a presa, mas do ponto de vista da espécie régua a densidade populacional e é necessária. Estratégias: camuflagem, mimetismo e cores de advertência. Ex: Leão e zebra

Competição interespecífica: É a relação ecológica em que duas espécies de uma comunidade disputam os mesmos recursos do ambiente.

Antibiose: Caso particular de competição em que indivíduos de uma espécie liberam substâncias que prejudicam o desenvolvimento de outra.

Amensalismo: Caso particular de competição em que um ser inibe o crescimento de outro. Ex: pasto e vaca

Inquilinismo: Relação ecológica em que uma espécie inquilina vive sobre ou no interior de uma espécie hospedeira, sem prejudicá-la. Plantas inquilinas são chamadas de epífitas. Ex: orquídeas e plantas maiores

Comensalismo: É a relação ecológica em que apenas uma das espécies é beneficiada pela associação, tendo como principal objetivo alimento. Ex: urubu e homem.

Mutualismo: Relação em que ambas as espécies obtêm benefícios, é permanente e indispensável. Ex: liquens

Parasitismo: Relação ecológica em que uma espécie parasita (endoparasita ou ectoparasita em animais e hemiparasita – seiva bruta e holoparasita – seiva elaborada em plantas) se associa a outra, a espécie hospedeira (intermediária ou definitiva), causando-lhe prejuízos.

Ioresia: Quando uma espécie serve de transporte para outra. Ex: vírus e mosquito

About thismaybeme

read the blog :P
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s