Ácidos nuclêicos

São polímeros de nucleotídeos, podem ser DNA ou RNA.

DNA – É uma dupla-hélice formada por duas hemi-moléculas complementares. A exceção dos retrovírus, o DNA é a molécula responsável pelo armazenamento e pela transmissão de todas as informações necessárias à vida dos seres vivos, formando seu material genético.

Obs.: Quando as pontes de hidrogênio são rompidas ocorre a desnaturação do DNA, que é reversível.

Replicação do DNA: O DNA faz um processo chamado de duplicação semiconservativa, logo antes da divisão celular. O DNA se abre em pontos chamados Origem da Replicação, as enzimas polimerase do DNA posicionam nucleotídeos fornecidos pelas reações metabólicas celulares e vão despareando a fita de DNA. No final duas moléculas de DNA estão formadas.

Transcrição do DNA: É o início da expressão gênica. O DNA é despareado no local do gene que deverá ser transcrito, a polimerase do RNA trabalha em uma das fitas (fita codificante) encaixando ribonucleotídeos. Enquanto o RNA vai sendo formado, ele vai se separando do DNA que vai se pareando e fechando.

RNA – É uma molécula fita simples formada por ribonucleotídeos. O RNA mensageiro possui uma sequência de bases que codifica para uma proteína, é o único que é traduzido. O RNA ribossomal faz parte da estrutura do ribossomo, organela responsável ela síntese de proteínas. O RNA transportador é o responsável por transportar aminoácido até o local da síntese protéica.

Tradução do RNA: Cada três bases do RNA mensageiro formam uma trinca, nomeada códon, que codifica um aminoácido. Alguns códons não codificam aminoácidos, códons nonsense ou códons de término de tradução. Os códons formam o código genético, que é quase universal.

Síntese de proteínas: O RNA ribossomal, junto com as proteínas ribossomais, forma a estrutura do ribossomo. O RNA mensageiro, depois da transcrição, é encaminhado ao citoplasma, onde é traduzido. Já o RNA transportador se liga a aminoácidos através de sistemas enzimáticos celulares, ele possui uma extremidade livre que se liga ao aminoácido e outra com três bases despareadas que constitui o anti-códon.

Etapas da tradução: O ribossomo se une a uma molécula de RNA mensageiro. Quando o ribossomo encontra o códon AUG (códon de início de tradução), ele inicia a tradução. O ribossomo toma um RNA transportador e tenta parear seu anticódon com o códon do RNA mensageiro e se houver pareamento o ribossomo encaixa o RNA transportador, que traz o aminoácido. O ribossomo continua fazendo esse processo, e estabelecendo ligações peptídicas entre os aminoácidos até encontrar um códon nonsense.  A proteína é então liberada e o RNA mensageiro é destruído.

Mutação: São mudanças na sequência da molécula de DNA que ocorrem, geralmente, durante a replicação do DNA. Pode ser de adição, deleção ou substituição, sendo as duas primeiras mais graves, pois trocam não só o códon mutado, mas todos daí para frente.

About thismaybeme

read the blog :P
This entry was posted in Biologia and tagged , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s